Stolt News

Stolthaven investe no combate à Covid-19 e em tecnologia para melhorar logística no acesso ao Porto de Santos

 

_____________________________________________________

 

Investimentos estão previstos em termo assinado com a prefeitura de Santos após elaboração de Estudo de Impacto de Vizinhança que abrange a expansão do terminal entre 2017 e 2019.

Na segunda quinzena de junho, a Stolthaven formalizou com a prefeitura da cidade de Santos, o Termo para Implantação de Medidas Mitigatórias (TRIMMC), que foi assinado pelo gerente-geral da empresa no Brasil, Marcelo Tiacci Schmitt e pelo prefeito da cidade de Santos, Paulo Alexandre Barbosa.  O documento, resultante do Estudo Prévio de Impacto de Vizinhança (EIV), garante a continuidade das atividades da empresa no local em conformidade com a lei local e sem gerar impactos negativos à sociedade.

As ações de investimento da Stolthaven foram divididas em duas frentes que tiveram graus de prioridade e urgência formalizados no TRIMMC: o combate à crise sanitária provocada pelo Coronavírus e a melhoria de infraestrutura logística com a implantação de semáforos inteligentes, na via de entrada principal do Porto de Santos.

“Encontramos uma forma inteligente com a Prefeitura de Santos para direcionar os investimentos para ações que possam dar o maior retorno à sociedade neste momento. Solidários à urgência do combate ao Coronavírus, proporcionamos meios para que a área de saúde municipal possa atender toda a população com eficiência e bons recursos”, comenta Schmitt. “E quanto à melhoria do trânsito com implantação de sinalização inteligente da nova e principal via de acesso ao Porto de Santos, o objetivo é desafogar o fluxo na entrada da cidade”, completa.

O EIV foi necessário para avaliar o impacto da obra de expansão feita no terminal da Stolthaven entre 2017 e 2019, e envolveu todas as secretarias municipais, em especial a Secretaria de Estado e Desenvolvimento Urbano e Habitação, a Comissão Municipal de Análise de Impacto de Vizinhança (COMAIV) e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Com a ampliação, a capacidade de armazenagem de graneis líquidos do terminal subiu para os atuais 150mil m3.

A área da Saúde foi contemplada com recursos ao Fundo de Desenvolvimento Urbano do Município de Santos (Fundurb), sendo a Stolthaven primeira empresa a contribuir significativamente para o mesmo logo no início da pandemia, em março. A prefeitura conseguiu adquirir cerca de 40 mil kits para a realização de testes rápidos, equipamentos e materiais para o melhor funcionamento das unidades de saúde.

O resultado da ação social já pode ser vista no último fim de semana do mês de junho, quando as autoridades de Saúde realizaram testes junto à população que vive nos morros de Santos e foram apurados 1 mil resultados positivos para Coronavírus. Cerca de 10.400 pessoas puderam ter acesso ao exame.

“Essa foi uma inovação dentro do termo de compensação, com um recurso destinado à saúde que será muito útil no enfrentamento à pandemia, para que a cidade siga com esse trabalho, que é referência no atendimento àqueles que mais precisam”, comentou o prefeito Paulo Alexandre Barbosa durante a assinatura do TRIMMC.

 

Tecnologia para reforço da logística

Como empresa que atua nas principais cadeias logísticas globais, a infraestrutura foi um dos alvos do investimento da Stolthaven prevista no TRIMMC. Foi proposta a implantação de sinalização moderna, com semáforos inteligentes, na via de entrada principal do Porto – o local passa por melhorias em todo o entorno da chegada à cidade pela Rodovia Anchieta, e também é acesso para uma das entradas do terminal da Stolthaven.

O cruzamento entre a Avenida Doutor Albert Schweitzer e Rua Augusto Scaraboto é ponto de problemas diários envolvendo congestionamento e excesso de veículos. Isso impacta diretamente no planejamento logístico das empresas ali instaladas, caminhoneiros, assim como na rotina dos funcionários, moradores e pedestres que por ali circulam diariamente.

“Estamos há mais de quatro décadas em Santos e nossa atuação ao longo desses anos tem sido no desenvolvimento do Porto Santista, por meio de ações transparentes e em conformidade com a legislação”, comentou Schmitt na ocasião da assinatura do TRIMMC.

Todas as ações da Stolthaven têm sempre como linha mestra os valores do grupo Stolt-Nielsen Limited, que diz: Decidam, executem e sintam-se responsáveis uns pelos outros. Permaneçam unidos como um time. Construam uma cultura de disciplina e respeito. E tem sido exatamente desta forma que a empresa está tratando a população santista.

“A Stolthaven tem compromisso com a transparência em suas negociações e relações com clientes, fornecedores e poder público, não poderia deixar de ser assim com a sociedade em que está inserida. Assim como cuidamos uns dos outros, entendemos que precisamos colaborar e ter responsabilidade social e ambiental com a sociedade que nos acolhe e permite que nossos negócios sejam legítimos, fazendo uma troca positiva nesta interatividade empresa-sociedade civil”, reforça Schmitt.

Para que serve o EIV? O EIV é regulamentado pela Lei Complementar nº 793/2013 e tem por objetivo garantir que a implantação de empreendimentos ou atividades geradoras de impactos não degradem a qualidade de vida da população residente na área e em suas proximidades, conforme preconiza e o Plano Diretor de Desenvolvimento e Expansão Urbana do Município, instituído pela Lei Complementar nº 731/ 2011.