Programas SSO

Estes são os Programas de Saúde e Segurança Ocupacional da Stolthaven Santos.

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA)

Este programa foi elaborado de acordo com a Norma Regulamentadora #09 do Ministério do Trabalho e visa preservar a integridade e a saúde dos trabalhadores através da identificação de grupos homogêneos de exposição e os agentes de riscos (físicos, químicos e/ou biológicos) que os trabalhadores estão expostos em suas atividades, considerando a natureza, concentração ou intensidade e as ações que precisam de prevenção da exposição ocupacional.

Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO)

De acordo com a Norma Regulamentadora #07 do Ministério do Trabalho, o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional do (PCMSO) visa promover e preservar a saúde de todos os trabalhadores através de medidas de prevenção, rastreamento e diagnóstico precoce de problemas de saúde relacionados ao trabalho. Sendo parte de um amplo conjunto de iniciativas de trabalho de campo da empresa, o PCMSO, articula-se com a Norma Regulamentar #09 do Ministério do Trabalho, considerando as questões aplicadas ao indivíduo e à comunidade nas suas relações com o trabalho.

Programa de Proteção Respiratória (PPR)

Este programa foi elaborado de acordo com a Norma Regulamentadora #06 do Ministério do Trabalho e visa dar orientações sobre como selecionar o método apropriado para uso e cuidados com o equipamento de proteção respiratória com recomendações cujo objetivo é fornecer proteção contra a inalação de poluentes atmosféricos nocivos no processo de produção e contra a deficiência de oxigênio no ambiente de trabalho confinado.

Ergonomia (Laudo Técnico)

Ergonomia é o conjunto de conhecimentos científicos relativos ao homem e necessários à concepção de ferramentas, máquinas e dispositivos que podem ser utilizados com o máximo de conforto e segurança para o trabalhador sentir-se bem e como o resultado do bem-estar, é revertida na eficiência do sistema de produção.

De acordo com a Norma Regulamentadora Nº 17 do Ministério do Trabalho, o Relatório Técnico de Ergonomia tem por objetivo coletar dados para análise ergonômica do trabalho em ambientes empresariais, visando a integridade física e a saúde dos trabalhadores, analisando os agentes ergonômicos peculiar às atividades.

As avaliações são realizadas para o estudo das condições ambientais, do ponto de vista das possíveis consequências para a saúde e a integridade física de seus empregados dos Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORTs), de acordo com o que determina a legislação brasileira.

Programa para a Prevenção da Exposição Ocupacional ao Benzeno (PPEOB)

O PPEOB tem como objetivo preservar a saúde dos funcionários da empresa através da prevenção da exposição ocupacional ao benzeno, de acordo com as leis que o reconhecem como cancerígeno. As ações ao abrigo deste programa e o seu alcance se destinam a assegurar um grau de segurança suficiente para os trabalhadores, com segurança às operações, evitando a exposição a esse agente.

Este programa é implementado em conformidade com a Portaria Nº 14 e a Instrução Normativa Nº 1 e Nº 2 da Secretaria de Saúde e Segurança do Ministério do Trabalho.

Dosímetros de Ruído

Os dosímetros de ruído são feitos para cumprir o cronograma de acompanhamento da exposição a níveis de pressão sonora (ruído), em operações, manutenção e segurança do terminal, estabelecida através do PPRA. Os procedimentos para avaliação da exposição ocupacional ao ruído são descritos pela Norma Fundacentro NHO 01 e limites de tolerância estabelecidos pelo anexo I da Norma Regulamentadora Nº 15 do Ministério do Trabalho.

Ruído (Avaliações Ambientais)

Segundo a Resolução CONAMA Nº 001, ruídos resultantes de quaisquer atividades industriais, comerciais, sociais ou recreativas, inclusive de propaganda obedecerá, no interesse da saúde e da paz pública, as normas, critérios e diretrizes estabelecidos nesta Resolução.

São prejudiciais para a saúde e a paz pública, para fins de conforto acústico da comunidade envolvente, níveis superiores aos considerados aceitáveis pela NBR 10.151 – avaliação do ruído em áreas habitadas, visando o conforto da comunidade – da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Assim, os procedimentos e métodos aplicáveis para a realização de avaliações de ruído ambiental devem atender para estabelecer o padrão brasileiro. As avaliações dos Níveis de Pressão Sonora (SPL), são realizados fora das áreas de Stolthaven Santos, em conformidade com as disposições da Normas Brasileiras mencionados acima.